terça-feira, julho 04, 2006

Para a Mariana: avelaneiras

Este poema é medieval, português / galego. Traduzido, diz repetidamente, tal como os poemas da época portugueses e galegos, o seguinte: bailemos nós já todas três ai amigas, sob aquelas avelaneiras floridas / este ramo destas avelãs/ este ramo florido. E quem for bela, como nós somos belas /amadas, bem parecidas, sob estas avelaneiras /este ramo de avelãs virá bailar.
Acho giro que nessa época as raparigas bailavam todas juntas, para os rapazes as verem. De certa forma é o que acontece hoje em dia, mas não há umas décadas, em que as danças eram de pares homem / mulher.

Um comentário:

Mariana disse...

Oi Nádia, não obstante não conhecer poemas da época medieval, me parece que eles traduzem sentimemtos com delicadeza e sensibilidade.Gostei muito de conhecê-lo. Uma boa semana.
Mariana