segunda-feira, agosto 20, 2018

Florença







Cenas da vida da Beata Umiltá.

Pouco conhecida, est beata, o painel representa cenas da sua vida de santa. 
A obra encontra-se na galeria Uficci, em Florença. 
Autor: Pietro Lorenzetti

sexta-feira, julho 20, 2018

Tâmara

O homem consegue vencer deserto, saindo das areias sequioso de água, esfomeado de pão e, ao estender as mãos suplicantes, recebe nelas o mais doce fruto da criação.

 Como uma dádiva do calor e do pó:
 A tâmara.

sexta-feira, junho 29, 2018

O Céu e a Terra, em Lisboa




Foto tirada de janela de Lisboa, onde se vê ser mais importante o céu do que a terra.



"Que o céu e a terra, pedras conjugadas
Do moinho cruel que me tritura,
Saibam que ha gritos como há nortadas,
Violências famintas de ternura." - Miguel Torga

segunda-feira, junho 18, 2018

"O espantoso esplendor do mundo"



"O espantoso esplendor do mundo"* - Lisboa, anoitecer do dia de Santo António.

* Expressão poética de Sophia de Mello Breyner.

quinta-feira, maio 10, 2018

"Espiga" Raminho simbólico de flores e de folhas, sem faltar a espiga de trigo





Dia da Espiga, quinta feira da Ascensão, uma quinta de maio. Compra-se espiga, que se dependura na casa, depois de ter retirado a espiga do ano anterior. Que cumpriu a sua função de dar sorte à casa.

Ditado popular:

“Se chover na Quinta-feira da Ascensão, as pedrinhas darão pão.”

Mas não choveu, este ano.

Simbologia da Espiga

Espiga de trigo (em número ímpar): pão;
Malmequer: ouro e prata;
Papoila: amor e vida;
Oliveira (um ramo): azeite e paz; luz, divino;
Videira (1 ramo): vinho e alegria
Alecrim: saúde e força.

A tradição tinha também um pãozinho pequeno, mas essa parte foi esquecida. Algumas poucas vendedoras de espigas trazem o pãozinho para as suas freguesas, a grande maioria não. 

terça-feira, abril 10, 2018

"Da queda erguida d'água-vida tão contente e são"



Canção muito bela, tanto pela música como pela letra.
Ambos de Caetano Veloso.
Letra

"A queda-d'água ergueu-se à minha frente
De repente...
Tudo ficou de pé eternamente
A floresta, a pedra, o vento vertical do abismo

E o senhor que anima esse ambiente
Ficou comigo...
Eu sou potente e contenho a visão
Da queda erguida d'água-vida tão contente e são
Havia ali a presença toda sã
De minha irmã e coisa mais que azul
A lua, lua, lua, lua, lua
Sobre um pinheiro do sul"

quinta-feira, março 29, 2018

Páscoa Feliz




O blogue Escrevedoiros deseja todos os seus seguidores uma 
                                            Páscoa Feliz


Imagem da net: Ovo Fabergé