domingo, abril 30, 2006

Se eu não tivesse perdido aquele diário em papel, só com duas figuras do Carpaccio da ponte Rialto, esse diário em que eu escrevia a verdade e era sincera, nesse papel eu hoje teria escrito assim: este foi um dos dias felizes da minha vida.

4 comentários:

C. disse...

um dos dias mais felizes? e eu aqui, a testemunhá-lo também!...

Nádia Jururu disse...

Não dos mais felizes, apenas vulgarmente feliz.

Folha de Chá disse...

:) Gosto de dias felizes.

Nádia Jururu disse...

Senti-me iluminada por dentro, folha de chá.