quinta-feira, setembro 17, 2009

Conde de Saint Germain

Como vocês já terão notado, eu interesso-me por vários assuntos e gosto de partilhar convosco (e não só convosco) algumas das minhas muitas descobertas. A que vou narrar é uma delas.

Muita gente acredita que existe um homem, o Conde de St. Germain, que está vivo desde o tempo da Revolução Francesa, pois descobriu o elixir da imortalidade, bem como a Pedra Filosofal.
Esta Pedra permite-lhe, não só fazer ouro a partir de qualquer coisa, como também fazer pedras preciosas. É um alquimista e é crido por alquimistas e outros esotéricos.

2 comentários:

Rekoa Meton disse...

Esse moço chateou-me bastante durante a leitura de "O Pêndulo de Foulcault" de Umberto Eco. Não me atrevo a dar ares de ter a menor certeza quanto a isso, porque os meus fracos conhecimentos de história fizeram com que metade das reviravoltas a ver com cultura se perdessem a meio, mas creio que lá ele era mais velho que a Revolução Francesa.

Nádia Jururu disse...

Olá Rekoa!
Não me lembro de ter lido sobre ele no Pêndulo de Foucault, ou se li não tinha ainda esta informação, pois tenho conhecido (não intimamente) pessoas que acreditam em muitas coisas como essa. Tenho assistido a umas conferências que me levam a fazer pesquisas, quando não tenho mais que fazer.