segunda-feira, março 17, 2008

Magnólia Branca

Plantei uma vez uma magnólia que deveria dar flores brancas.
Plantei-a em homenagem à Natália Correia, que gostava de flores vivas, não colhidas, flores na planta.
Passaram-se muitos anos: a magnólia, segundo dizem, tem dado muitas flores brancas e grandes. Dizem que está muito bela, quando se põe em flor.
Pessoalmente, nunca vi.

3 comentários:

Anônimo disse...

Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inlcusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora da minha própria vida. Clarice Lispector, in "Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres"

p.s.E a maratona, participou? Cadê a medalha???

Beijus

Andarilha

Nádia Jururu disse...

Nem Maratona nem medalha, não estava em forma. Fica para outra vez. Talvez em Maio.
Obrigada pelo texto da Clarice Lispector, que não conhecia. Obrigada pela sua persistência, que me tem inspirado.

neteller online casino disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.