segunda-feira, novembro 06, 2006

Para a Sandra

O poeta deve ser alguém que sempre viveu no exílio
talvez debaixo das japoneiras ou das magnólias em flor,
talvez longe da pátria, ou, mesmo, pior ainda:
quem sabe, talvez na pátria

Um comentário:

sandra costa disse...

Talvez, Nádia, exilado dentro de si, onde quer que esteja.

Nádia:
Muito Obrigada.